terça-feira, 16 de junho de 2015

O que significa organização para você?

Quantas vezes você desejou ter uma vida mais organizada? Quantas vezes tentou técnicas de organização, objetos para organizar e dedicou tempo para colocar tudo em ordem? Talvez sua resposta seja "várias vezes", "não sou organizado mesmo", "não tenho tempo pra isso".

Pessoalmente preciso de organização para viver e sou praticante de algumas teorias de organização. Dedico tempo diário para colocar as coisas no lugar, adoro um descarte e mantenho a ordem de tudo, utilizando algumas técnicas que desenvolvi. Acredito que quando as coisas não estão bem, parar um tempo e rever objetos, espaços e processos nos ajuda a rever nosso plano de vida. 

Mesmo adorando, e praticando o assunto, nunca havia pensado na organização como algo tão profundo quando a abordagem de Mari Kondo. Marie é uma jovem japonesa que desde criança gostava de organizar a casa. Hoje ela atende clientes que desejam colocar a vida em ordem e desenvolveu, com sua prática, o método KonMari que promete transformar a vida das pessoas. Imagem: Pinterest

O método KonMari está no livro, A Mágica da Arrumação, Ed. Sextante, e já vendeu mais de 2 milhões cópias, ocupando o primeiro lugar na lista do The New York Times. Ao ler o livro você pode até pensar (e pensa) que Mari é um tanto quanto neurótica por arrumação. Algumas técnicas que já aplicou durante suas experiências em organização chegam a ser questionáveis, como: para reduzir a quantidade de livros em casa, chegou a rasgar as páginas que lhe interessavam e descartou o restante do livro. Como assim? 

Porém, Mari Kondo vai mesmo na raiz do problema da desorganização: o descarte. Para ela decidir o que descartar e o que manter passa obrigatoriamente por parar e pensar em cada objeto e se perguntar: "Isso me traz alegria?". Pode parecer um questionamento bobo, mas se você se dedicar de verdade aos seus questionamentos, vai entender o que estou dizendo. Manter objetos em nossas vidas pode significar muito mais do que um armário ou uma gaveta desorganizados. Manter excessos é um apego ao passado. Devemos manter em nossas vidas somente aquilo que nos deixa felizes. Aquilo que realmente gostamos. Descartar o que não nos serve e manter o que faz a diferença, nos torna mais motivados e permite criar o estilo de vida que sempre desejamos.

Como antes de sugerir, gosto de testar, coloquei em prática a teria de Maria Kondo e dediquei um tempo a minha casa olhando os objetos por categoria. E acreditem que até mesmo as pessoas mais organizadas mantém em sua casa e sua vida, coisas desnecessárias. O descarte aqui atingiu o marido e as crianças também e tem sido um sucesso, A casa realmente fica mais leve e os ambientes mais harmoniosos.

E para você, o que significa organização? Experimente dedicar um tempo a esse tema e venha nos contar.

Gostou? Quer ajudar alguém a ter uma vida mais organizada? Então compartilhe nosso post. 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário