segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Férias escolares chegando... E os pais trabalhando.

DICAS DE ORGANIZAÇÃO MAE BACANA
Fim de ano letivo e as férias estão dando o ar da graça. Muitos pais ficam tensos só de pensar no que fazer durante esse período, mas com um pouco de organização conseguimos manter as crianças felizes, e nós mais relaxados.
 
É fácil falar em curtir as férias quando estamos totalmente à disposição das crianças, mas para quem precisa trabalhar, esse período é mesmo difícil de administrar.  Por isso encare a sua situação da melhor forma  e nada de comparações com outros pais.

Para quem trabalha em casa, é hora de definir os momentos de dar atenção e os momentos de pedir às crianças um trégua para que você possa atender um telefone, concluir um relatório ou responder uns e-mails. Vida de pai e mãe em home office é um tanto quanto maluca mesmo. Agora se nesse cenário vocês ainda contam com a ajuda de uma babá, uma diarista ou umas horinhas com os avós, aproveitem para trabalhar. E quando estiverem com as crianças, aproveitem as crianças. Explicando as condições ela entendem e ficam mais colaborativas e todos ganham.

Para quem precisa ficar fora o dia inteiro, determine com a pessoa que vai cuidar das crianças qual a melhor forma para aproveitarem bem os dias: alimentação, tevê, vídeo game, brincadeiras ao ar livre... Equilíbrio é bom para que as crianças não passem horas fazendo a mesma atividade, principalmente reféns da tevê e do vídeo game e ao final do dia, inventem programas juntos, seja em casa ou passeando.

Aqui em casa esse é o cenário é: pai fora o dia inteiro e mãe em home office até o dia em que realmente vamos todos aproveitar o verão em Florianópolis. Até lá trabalho e filhos se misturam.

Uma alternativa que encontramos entre amigos é o revezamento. Um dia convidamos alguns amiguinhos para brincar em casa e em outros eles vão para a casa dos amiguinhos. Assim é possível trabalhar um pouco, ir ao supermercado, definir os presentes de Natal, comprar o material escolar ou dar uma passadinha no salão de beleza. Uma ginástica que faz parte da vida dos pais, mas que deve ser encarada com naturalidade.

Felizmente este ano entendi que preciso me adaptar a minha realidade e ir melhorando um pouquinho de cada vez. Se ter uma empregada não está mais nos meus planos, então direciono minhas energias para uma atividade que permita realização, renda e tempo livre. Só em saber que não precisamos almoçar exatamente no mesmo horário e que no final do dia não vamos ter pesquisas e lições de casa, ufa! Já estou tão feliz!

Entenda e aceite a sua realidade também. Afinal, tudo isso vai passar e vamos sentir saudades. 
Imagem
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário