terça-feira, 28 de outubro de 2014

Leia para uma criança.

#ISSOMUDAOMUNDO
Praticar o hábito da leitura em uma criança ajuda a desenvolver a criatividade, a imaginação e a comunicação. A criança que lê aprende com mais facilidade, tem boa pronuncia e se comunica melhor. E para desenvolver esse hábito não precisamos esperar somente de práticas da escola. A leitura em casa proporciona momentos incríveis. Estreita laços familiares, ensina valores, diverte e emociona.
 
Pais, avós, tios, padrinhos ou qualquer pessoa que tenha uma criança por perto pode e deve ajudar no seu desenvolvimento. E a leitura é um dos melhores caminhos para contribuir com a educação. O projeto Leia pra uma criança, uma iniciativa do Ita permite que qualquer pessoa pratique a leitura com crianças, porque distribui livros infantis gratuitamente. O projeto já distribuiu mais de 35 milhões de livros infantis e este ano pretende contar novas histórias. Para participar você não precisa ser cliente do Itaú, basta acessar o este link e fazer seu pedido. 
 
A Coleção Itaú de Livros Infantis também pode ser solicitada para as crianças matriculadas na rede pública de educação infantil ou atendidas por organizações sociais. Se você trabalha nessa área pode fazer a solicitação para um número maior de crianças.
 
Nós já fizemos o nosso pedido e os livros já chegaram. O Gato pra cá, rato pra lá, de Sylvia Orthof  e Papai! de Philippe Corentin.

Bacana mesmo é deixar que elas se envolvam no pedido e esperem pela entrega. No ano passado nós também solicitamos e assim que a leitura foi concluída, repassamos os livros para outras crianças.  
 
Não deixe de solicitar os seus livros também. São ações assim que mudam o mundo. Aproveite! 
 

#issomudaomundo
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. esses livros são maravilhosos
    eu ainda não li para as meninas esses
    mais já estão na fila
    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nanda, também acho. Ontem aproveitamos para ler o Papai! e demos muitas risadas. Cada um fez uma interpretação diferente da história. E isso é demais! Bjs

      Excluir