sexta-feira, 24 de outubro de 2014

10 dicas para economizar no supermercado.

Você tem percebido um aumento geral na compras de supermercado? Toda vez que vai as compras acha que gastou mais e comprou menos? Pois isso não é uma impressão, é uma realidade. Mesmo que nos façam acreditar que existe um controle inflacionário, os recentes sinais de crescimento acelerado da inflação tem preocupado não só as famílias, mas também muitos economistas. Atualmente o índice está em 6,749%, acima do teto da meta.

As incertezas da economia estão aí e precisamos lidar com elas. Os custos para manter uma casa são altos, afinal nossas despesas vão muito além de um carrinho de compras. Gastos com educação, moradia, transporte e segurança têm pesado, e muito, no orçamento doméstico.

Então, como fazer para que possamos garantir boas opções de alimentos na mesa sem entrar no vermelho? Planejando, pesquisando, substituindo e cortando.
 
Aqui estão 10 dicas para ajudar você nessa empreitada:

 
1. Faça uma lista de compras seguindo um cardápio semanal. Defina o que precisa ser preparado durante toda semana, incluindo café da manhã, almoço, lanche da escola e jantar. Com base no cardápio fica mais fácil definir os itens que entram no carrinho.
 
2. Pesquise e escolha supermercados com promoções e ofertas do dia. Muitas vezes temos resistência em trocar de supermercado, mas vale a pena conhecer outras opções. Um determinado supermercado pode ser bom para a compra de frutas e verduras e outro bom para a compra de carnes.

3. Os "sacolões" ou lojas "direto do campo" praticam preço único para frutas e verduras. Opte por frutas da estação e fala substituições. 
 
4. Evite ir ao supermercado com fome.  Fazer compras com o estômago vazio nos leva a tentações e compras por impulso.
 
5. Em tempos de economia, evite levar as crianças para o supermercado. Além de cansativo, o carrinho acaba com itens supérfluos, industrializados e pouco nutritivos.
 
6. Resista aos apelos de marketing e não caia nas tentações da mídia que não valem a pena. Foque nas ofertas. Se um produto for oferecido no sistema "leve 3 e pague 2", faça as contas. Compras a granel fazem a diferença para os itens que você consome mais. Nem sempre encher a casa de um determinado item pode representar economia, por isso, avalie.
 
7. Na preparação dos alimentos, busque receitas nutritivas que permitam aproveitar alimentos e sobras de refeições anteriores. Legumes cozidos do almoço podem incrementar uma massa apetitosa no jantar. Isso é bom para a saúde e ótimo para o planeta.
 
8. Aproveite seu congelador ou freezer e congele alimentos. Pães comprados em excesso podem ser congelados, assim como bolos simples, molhos, carnes ensopadas, dentre outros, desde que tenham sido preparados no dia e não tenham sido congelados anteriormente. Ter sempre uma opção congelada é econômico, gostoso e prático.
 
9. Reduza ou elimine ao máximo os itens industrializados como pizzas e lasanhas prontas, biscoitos recheados, sucos industrializados, refrigerantes, temperos completos e muitos enlatados. Você perceberá a conta do supermercado reduzir e a saúde melhorar.

10. Produtos de limpeza em excesso são desnecessários e prejudicam a nossa saúde. A limpeza da casa pode ser realizada com bons e poucos produtos. Escolha aquilo que realmente faz a diferença na sua casa.

Cortar gastos no orçamento não é uma tarefa fácil, principalmente quando atinge a lista de compras do supermercado, mas com jeitinho podemos melhorar. Afinal, todos nós estamos sentindo o peso da inflação.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. amei as dicas algumas já faço
    mais essa de fazer um cardápio semanal
    para comprar é otimo

    Linda Tarde
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Nanda! Nós precisamos ser criativas para manter as contas em dia, não? O cardápio semanal funciona bem aqui em casa. Um beijo

      Excluir