quarta-feira, 4 de junho de 2014

A arte e os benefícios de colecionar.

Não se sabe exatamente quando o ser humano começou a colecionar objetos, mas a hipótese mais provável é que o homem já venha colecionando coisas desde a época das cavernas. Para algumas pessoas colecionar pode ser um hábito, para outras pode ser uma mania, mas para quem coleciona, é uma paixão. Porém, como podemos tirar proveito dessa prática tão antiga com as crianças? 
 
Em época de Copa do Mundo, as famosas figurinhas invadiram a nossa vida. Muitas pessoas foram e são contra por diversas razões: por se tratar de produto da Copa, por ser um consumismo ou simplesmente porque não curtem, mas o que assistimos nestes últimos foram dezenas de pessoas reunidas em busca do mesmo objetivo: completar uma coleção. Crianças, jovens, adultos... Pais, mães, filhos, netos e sobrinhos... Vizinhos, amigos da escola, da faculdade, do trabalho...  
 
Pensando no que uma coleção pode trazer de bom para a nossa vida, fomos pesquisar os benefícios dessa prática para as crianças e descobrimos que ter e manter uma coleção pode ajudar  a trabalhar vários aspectos positivos como: organização e a socialização. Não importa o objeto: figurinhas, selos, peças de arte, carrinhos, bonecas, xícaras, copos... O que importa é que a coleção dê prazer e bons hábitos ao colecionador.  
 
Se você é um colecionador ou tem uma criança ou adolescente que gosta de colecionar, saiba que pode ajuda-lo com essa prática. Crianças e jovens que possuem uma coleção são mais organizados, responsáveis, relaxados, curiosos e tendem a valorizar as suas coisas. Com a coleção é possível estimular novas descobertas, através da pesquisa pelos seus objetos; aprender a interagir com outras pessoas, abrindo espaço para o diálogo com outros colecionadores; trabalhar a paciência e as noções de dinheiro quando precisam esperar pelo objeto desejado e ser mais organizados quando precisam manter a coleção arrumada. 
 
Foi pensando em coleções que o autor Marcelo Jucá escreveu o e-Book A Coleção de Maya. Marcelo é  formado em jornalismo e é mestre em comunicação. A história conta que a pequena Maya tem vontade de colecionar, mas percebe que ainda não sabe o que. Bota a cabeça para trabalhar na busca de começar algo bem original e particular. O e-book conta com narração, animações e interação nas telas, é indicado para crianças de 6 a 8 anos e está disponível para download através do link.

Eu colecionei papel de cartas quando criança e acredito nos benefícios dessa prática. E você, tem um colecionador por aí?
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário