sábado, 8 de março de 2014

O Ciclo da Vida

Na semana passada estudamos um pouco sobre o ciclo de vida dos seres vivos. De lição de casa buscamos gravuras para ilustrar e explicar cada etapa do ciclo: nascimento, desenvolvimento, transformação e morte. Na ocasião conversamos sobre a importância dessas etapas e, inevitavelmente, entramos no assunto da morte. Criança é mesmo muito curiosa e gosta de esgotar o assunto até que suas dúvidas sejam esclarecidas. Foi então que conversamos rapidamente sobre a importância de morrer para que outros seres pudessem nascer. 
 
A vida é assim mesmo, simples: um dia começa e um dia termina. Quem complica tudo somos nós. Pensando nos animais, nos vegetais... tudo parece tão lógico, tão simples, mas quando pensamos nos seres humanos deixamos de lado a lógica e pensamos com o coração. Nunca estamos preparados. E muitas vezes a vida vem e nos dá uma rasteira. 
 
E foi assim que nesses últimos dias vivemos a dor da perda. A avó paterna dos nossos filhos partiu. Num piscar de olhos fomos surpreendidos pela despedida da figura de mãe, esposa, sogra e avó. Enquanto ouvíamos a alegria das pessoas saindo às ruas para brincar e dançar, nos recolhíamos para refletir e chorar. Momentos difíceis que fazem parte da vida.


Mas é preciso encontrar na dor, forças para recomeçar. Momentos assim nos mostram que o melhor que podemos ensinar aos nossos filhos é o valor da família e dos amigos. Que a união e o amor da família é o maior bem que deixamos para eles, independente da mãe que desejamos ser. Ensinar que é preciso seguir em frente, transformando a tristeza em boas recordações. 
 
Depois de dias sem conseguir escrever, quero deixar registrado o meu carinho pela minha sogra e pela família que ela construiu, da qual me orgulho de fazer parte. O meu desejo sincero de uma vida eterna e de que estaremos sempre juntos do jeito que ela sempre quis. 
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Gisa, que Deus lhe der forças para seguir em frente e sabedoria para aceitar. Qualquer coisa estamos aqui, nem que seja para lhe dar uma abraço virtual.

    Tri-beijos Desirée
    astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida! Me sinto abraçada por você. Amigos são uma fortaleza em nossas vidas. Obrigada pelo carinho. Um grande beijo

      Excluir
  2. Oi Gisa!
    Linda sua homenagem à sua sogra! Meus sentimentos, pois sei que lidar com perdas é muito difícil, ainda mais quando está relacionado com alguém que amamos muito. Demoramos para elaborar, mas como vc citou, que vocês encontrem forças para recomeçar.
    Sintam-se abraçados!
    Bjos,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa, obrigada pelo carinho. Sinto sim o seu abraço. Um grande beijo querida.

      Excluir
  3. Gisa, que palavras lindas em um momento tao delicado. Que lição para repassar os aos filhos em meio a tanto desinteresse pela familia e a base que ela representa. Meus sentimentos a todos. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carla! A família é a base de tudo mesmo. Com ela vamos longe. Sem ela perdemos o rumo. Beijos querida,

      Excluir