terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Lanche escolar, problema ou solução?

DICA MAE BACANA E PEQUENO COMILÃO
Imagem
Já tratamos do material escolar e da compra dos uniformes. E a lancheira escolar, você já pensou nisso? Montar a lancheira escolar é uma das tarefas mais difíceis do meu ponto de vista, porque exige de atenção todos os dias.

Uma boa alimentação não é responsabilidade das crianças e sim, nossa responsabilidade. Ouço frequentemente alguns pais dizendo: "Meu filho não come frutas", "Meu filho é muito seletivo", "Meu filho é quem escolhe o que vai comer no lanche", "Não sei mais o que mandar na lancheira das crianças".

O Brasil já possui crianças acima do peso proporcionalmente igual aos Estados Unidos, um dado alarmante. Basta reparar a quantidade de opções em produtos industrializados presentes nas prateleiras dos supermercados, nos carrinhos dos consumidores e na lancheira das crianças.

Mas o que podemos fazer para melhorar e não permitir que nossos filhos um dia façam parte do grupo de crianças com diabetes, pressão alta, problemas ortopédicos e até psicológicos. Isso é simples! Cuidando da alimentação de verdade, estimulando a criança a preparar seu prato com diferentes alimentos e diferentes cores, sendo criteriosa nas compras, focando nos alimentos frescos e realmente nutritivos e dando o exemplo. Pais com bons hábitos certamente criam filhos com bons hábitos. E com a lancheira não é diferente. Se em casa encontramos na despensa alimentos industrializados em grandes quantidades, certamente são esses alimentos que a criança vai querer consumir. Não existe mágica!

Em busca de opções mais saudáveis para o lanche das crianças, encontramos a Pequenos Comilão, uma empresa especializada na entrega de lanches infantis com cardápios balanceados e saudáveis para crianças de 3 a 10 anos. Idealizada pela nutricionista Andressa Pires Petla, a Pequeno Comilão quer estimular a boa alimentação associando a comida a diversão. Como nós, Adressa também pensava: O que mandar de lanche para meu filho?

Para facilitar a vida dos pais e melhorar a saúde e qualidade de vida ela criou uma forma de fornecer lanches com Kcal calculadas e controladas, com alimentos livres de conservantes, corantes e aditivos. Com um cardápio composto por alimentos saudáveis, porém saborosos, a Empresa ainda transforma o lanche numa brincadeira. Junto com o kit lanche a criança recebe um jogo de adesivos de pequenos comilões para colar na agenda e ser reconhecida como um pequeno comilão. Ela diz que com esse reconhecimento podem estimular o consumo de uma gama maior de alimentos. 

Se você mesma faz o lanche do seu filho mantenha a qualidade nutricional pesquisando e variando os alimentos. Vamos preparar um post para ajudar você nessa tarefa. Ânimo! Se você não tem tempo e precisa de ajuda para manter essa qualidade, procure na sua cidade, formas alternativas de melhorar essa alimentação tão importante com empresas que fazem esse tipo de serviço. 
 
E você, tem algum dica de lanche para compartilhar com a gente?
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Lara começou na escola agora..... eu sempre fiz comida divertida para ela e agora continuo fazendo, só que na lancheira. Ela adora e come bem. Bjus Coisas da Lara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andrea, acho que já te falei que esse é o nome da irmã. Adoro! A sua Lara tem bem o jeitinho de quem come bem e de tudo. E tem uma carinha de feliz. Beijos

      Excluir