segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Os filhos nos ensinam...

Quantas vezes nos preocupamos demais com determinados assuntos, objetos ou problemas? Quantas vezes não damos a devida importância para simples momentos? E quando exageramos na cobrança, na culpa, na correria... Ou quando nos fechamos tornando tudo tão duro e difícil?
 
Aprendendo com as crianças
Imagem
Quem nunca vivenciou situações assim?
 
Em dias de frio... você tem filhos jogando futebol dentro de casa... Aí você solta uma daquelas frases sem sentido:
- A pior coisa é jogar bola dentro de casa.
Um dos seus filhos olha pra você e diz rapidamente:
- A pior coisa que existe é a morte.
E o outro filho completa:
- A pior coisa que existe é doença. 
Ao se arrumar para sair você percebe que perdeu um objeto valioso e diz indignada:
- Não acredito que perdi um anel! Que pena perdi mesmo um anel!
Com um abraço carinhoso ouve seu filho dizer baixinho:
- Não ligue pra isso mãe, podia ter sido pior. É só um anel.

Num dia cheio de preocupações, você pede aos seus filhos um tempo para que você possa fazer algumas ligações, responder alguns e-mails... Quando já está cansada de tanto ouvir ser chamada escuta mais um:
- Mãaaaeeee!
Gritando você responde grosseiramente:
- O QUE É?
Seu filho docemente lhe diz:
- Só queria dizer que te amo!
 
Depois de um dia crítico e uma tremenda TPM, seus filhos deixam de atender alguns combinados. Você estoura, briga e os coloca para dormir. Dá aquele "boa noite engessado" e pede desculpas por sua falta de paciência. Diz que a vida as vezes é assim e que você não tá boa.
Um dos seus filhos olha com aquele olhar doce:
- Mãe você é perfeita!
Como quem não aceita um afago você diz rispidamente:
- Não existe perfeição! Ninguém é perfeito!
Seu outro filho se vira e repete:
- Mãe, mas você é única no mundo que é perfeita. Não é mano?
 
Quando paramos para pensar nos momentos em que as crianças dão um "chega pra lá" nas nossas grosserias, podemos até pensar que somos mesmo um bando de pais malucos, mas a rotina nos coloca a prova. Não existe vida com filhos perfeitinha. Existem seres humanos e diferenças. O mais importante é enxergar esse "chega pra lá" e correr para o abraço. O mais importante é deixar desarmar e evoluir. Afinal, quem aqui nasceu pai e mãe?
 
Você certamente já passou por situações parecidas. Conte pra gente alguma que tenha marcado você.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Oi Gisa!
    Com a correria do dia a dia, podemos até deixar passar momentos simples,pois somos cobrados e, claro, devemos honrar com nossas obrigações e compromissos. Com tanta pressão, o cansaço toma conta, podendo até falar mais alto do que simplesmente dar atenção a quem tanto amamos.
    Respostas dadas por filhos como as citadas no seu texto, só nos levam a pensar que se elas existem no vocabulário deles, é fruto de bons exemplos e atitudes amorosas que nós, pais, demonstramos no dia a dia. E daí, toda preocupação e cansaço com situações externas parecem ir embora com um "mãe, eu só queria dizer que te amo". Realmente, os filhos vão nos ensinando mais e mais...e nos surpreendem!
    Beijos,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa, a gente se surpreende, mas também acho que as respostas são fruto do que aprendem com a gente. Isso significa que estamos no caminho certo. Beijos

      Excluir
  2. Ahh, as crianças... A minha, em silêncio me ensina mais do que tudo que aprendi na vida...
    Mas não usem isso para a solução de problemas, elas apenas nos ensinam o melhor da vida, a vivê-la :) bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jorge, parabéns pelo nascimento dos seus gêmeos. São lindos! Abraços!

      Excluir