quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Cuide das suas roupas - Siga as recomendações nas etiquetas

Você já sentiu que às vezes mesmo as roupas mais caras podem não durar o tempo que você esperava? Muitas vezes, investimos em peças de vestuário caras pensando que elas manterão sua elasticidade e cores por mais tempo, mas isso nem sempre acontece e, na grande maioria das vezes, a culpa é nossa já que nem sempre respeitamos as instruções de lavagem e conservação escritas nas etiquetas dos fabricantes.

Aprender
como lavar roupa é uma tarefa difícil, uma vez que os tipos de manchas e detalhes que devem ser observados para cada tipo de tecidos são muitos. No entanto, respeitar tais instruções é essencial para contribuir para que suas roupas fiquem intactas e novas por mais tempo.

Já que temos à disposição do consumidor uma maior quantidade de tecidos e programas de lavagem em nossas máquinas, é importante sempre checar as instruções de manutenção nas etiquetas, prática que começou no Brasil na década de 90.

Os símbolos que você vê nas etiquetas de suas roupas no Brasil são, em geral, padronizados. Portanto, uma vez que você entende bem o significado dessas imagens, será então capaz de decifrar as informações em todas as etiquetas.

O primeiro passo é observar em qual temperatura o fabricante aconselha você a lavar suas roupas. Normalmente, esta informação é representada por um ícone de um balde com água e o número corresponde à temperatura máxima. Algumas roupas podem ser lavadas até em 95 graus e outras precisam ser lavadas em água fria, para que a temperatura não desbote, encolha ou danifique o tecido.

Siga as recomendações das etiquetas.
Quando as peças são muito finas ou de materiais muito frágeis, as etiquetas trarão ícones que mostram a imagem de um balde com água e uma mão, indicando que a lavagem em máquina não é aconselhável.
Siga as recomendações das etiquetas

Quando nenhuma lavagem é aconselhável, a etiqueta recomendará que sua peça seja limpa a seco com o uso de substâncias específicas ou em lavanderias especializadas. 
 
 
O uso de alvejantes é indicado por um triângulo. Se o mesmo estiver cortado, significa que alvejantes não podem ser usados naquela roupa. Outras instruções para o uso destes líquidos devem ser observadas. 
Siga as recomendações das etiquetas

Por último, também é importante observar as instruções sobre como as roupas devem ser passadas. Alguns tecidos não podem ser passados a ferro, enquanto outros precisam ter um limite de temperatura para que o tecido não derreta ou fique manchado pelo ferro de passar.

 
Cuidar das peças conforme recomendam os fabricantes é a melhor forma de manter as roupas da nossa família bonitas e com cara de novas. Não é tão difícil assim. Aprender a desvendar as etiquetas pode ajudar você a determinar inclusive a compra da roupa. Afinal, queremos praticidade, não é mesmo?
.
Este texto é uma parceria da OMO com o Mãe bacana. Quer mais detalhes? Acesse  OMO e descubra muito mais.

 


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Adulto ou infantil, há de se cuidar bem das roupas. Mas queria citar que uma amiga minha, que vai ter uma filha, pôs todas as roupas da bebê na maquina de lavar. Bom, ainda que separadas por "cores e brancas", danou-se a qualidade da maioria... Não me considero melhor que ninguém, mas ler o modo de lavar da roupa (como qualquer manual) não mata. abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As roupas de bebê são muito frágeis. É preciso lavar à mão e com produtos neutros. Que pena perder tudo assim! Já fiz isso com roupas de adulto. Agora sou adepta da praticidade, verifico o modo de lavar já na da compra da roupa. Se for difícil, não compro. Chega de passar trabalho!. Abraços!!!

      Excluir