sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Homo Sapiens nem tão “sapiens” assim - Por Miguel Vieira Jr.

Autodenominado Homo Sapiens do gênero masculino, historicamente fui criado para lidar com a coragem, a ousadia, a determinação. Através dos tempos me impuseram a necessidade de ser mais forte, invencível, insensível. Desde cedo, início da minha existência, aprendi que era preciso deixar a caverna, enfrentar monstros e medos. Lutei, conquistei exércitos, reinos, continentes. Desvendei as profundezas do mar, o ponto mais alto do planeta e além dele. Inventei, reinventei e atualizei conceitos. Criei grandes obras, fiz arte, livros, música, poesia. Fui capaz de me destruir em guerras pra ressurgir depois.


Miguel e Cauê
Mas somente na fragilidade da própria cria descobri a experiência mais rara, desafiadora e maravilhosa que a vida é capaz de proporcionar. Um filho altera nossos planos, traz transformações, necessidade de revisão, dos hábitos, das atitudes, dos exemplos que pretendemos deixar de herança. Revela uma nova perspectiva da própria vida, de como ela é frágil, breve. Vamos querer viver mais.
Descobri, o que importa de verdade é a qualidade do tempo que passamos juntos. Ser pai me revelou um novo desafio, insegurança, dúvida, medo. Medo, jamais covardia. Não haverá um único dia em que não esteja pronto a enfrentar o mundo, se preciso for, pra vê-lo saudável e feliz. 

A paternidade me confere novos atributos, hora sou dragão, ogro ou herói, basta sua imaginação de criança mandar. Minha recompensa? Um sorriso, um abraço forte, um olhar sincero. Enfim, ser pai é estar diante de muitos caminhos, contudo, só o tempo dirá se fiz as melhores escolhas.

Ser pai é compreender melhor o amor.
Ao meu pai, a meu filho, beijos no coração.

A todos os Papais, desejo saúde e disposição pra aproveitar cada precioso segundo junto dos filhos e que a data possa ser um bom motivo para refletir sobre a qualidade do tempo que passa com eles.

Miguel Vieira Jr. é publicitário, casado com a Gabi, pai do Cauê e autor do Blog Pinguinho de Gente. Acesse e Confira!

 
Pinguinho de Gente no Facebook
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Olá Gisa e Miguel!
    Que texto bacana!
    Também penso que quando chega um filho, mudamos muita coisa em nossas vidas e, constantemente, os nossos próprios hábitos para que possam ser o melhor exemplo para eles.
    Parabéns pelo seu dia e pela sua prontidão para enfrentar os desafios do mundo para ver seu filho saudável e feliz.
    Abraços,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir