segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Ela me lembra que a vida é muito mais que imaginamos - Por Sérgio Lima

Sempre ouvia falar que somente entende o amor de pai quando se tem um filho. Nunca havia parado pra pensar sobre que amor é este que eu não sentia pelos simples fato de não ter tido um filho.
 
Depois que a minha filha nasceu pude finalmente descobrir o que é amor de pai, este sentimento que nos faz diferentes perante o mundo ao nosso redor. Diferente, não melhores ou piores, mas apenas diferentes. Cada pai do seu jeito, com sua forma de amar. Mas o que é diferente?
Sérgio e Betina
É diferente a forma de pensar, de agir... Às vezes você esquece que é adulto e de uma hora pra outra você está brincando com carrinhos, bonecas, teu filho te contagia, te faz voltar ao passado, lembrar-se de como a vida é muito mais do que imaginamos.
 
O amor tem crescido a cada dia, entre eu e Betina. Já deixei de fazer muitas coisas para estar com ela durante as noites, nos finais de semana e tudo isto tem sido bom para mim e para ela, como também para minha esposa. Não acredito que estou perdendo o meu tempo ou deixando de viver a minha vida por isto, até por que a vida não teria mais sentido sem a presença de minha família, principalmente de minha filha.
 
A vida mudou pra mim, o amor cresceu e consigo enxergar o mundo sob outro prisma. É difícil colocar em palavras o que é este amor, mas quando você tiver um filho você vai sentir, e isto é que o que importa.

Sérgio de Lima Junior é pai de Betina e autor do Blog Experiência de Pai. 
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. É realmente muito difícil de explicar mesmo em palavras o que é esse amor e, com certeza, quem tem filhos entende e sente.
    Abraços,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir