sexta-feira, 21 de junho de 2013

Por um presente forte, não uma promessa de um futuro fragilizado. #protestomaterno


O Brasil é maravilhoso. O maior país da América do Sul, quinto maior do mundo, com a maior bio diversidade,  povo genuíno, cultura rica, cheio de oportunidades. Oportunidades?

De gota em gota o povo brasileiro vem somando insatisfações. Há tempo vivemos de promessas. Promessas de um futuro melhor. Investimentos na educação, na segurança, na saúde, nos transportes, reforma tributária... Mas que futuro é esse se não nem o presente digno conseguimos garantir? 
 

Tudo que fazemos é difícil, é trabalhoso, é caro, é inseguro, é demorado. Esse é mesmo o país das oportunidades? O que conquistamos é fruto de muita dedicação, porque somos um povo insistente. Trabalhamos cada vez mais para bancar o custo de vida, não temos atendimento médico garantido, nos sentimos inseguros para chegar até portão de casa, esperamos anos pela justiça, passamos horas em trânsito e trabalhamos meses para bancar as contas do governo, meses.

Em meio as notícias das manifestações pelo aumento das tarifas do transporte coletivo em São Paulo, meus filhos, como tantos outros, assistem atônitos a uma violência contra os direitos do cidadão e perguntam:

"Mãe o que é manifestação?"
"Manifestação é uma forma de protestar, de mostrar que você está descontente com alguma coisa. Você faz isso junto com outras pessoas, usando cartazes, saindo à ruas.... entendem?"
"Mas porque eles estão brigando? Manifestação é uma guerra? "
"Não deveria, mas  isso acontece quando um dos lados não aceita o direito do outro."

E assim foi se dando a nossa conversa, explicando os motivos que aquelas pessoas estavam às ruas, pedindo, na realidade, atenção e respeito. Mas o despreparo dos governos em ouvir os anseios de um povo, levou a uma causa muito maior. São os 0,20 centavos mais significativos da história desse país.

Como mãe penso que esse manifesto também é meu. Não posso me calar. Temos um futuro pela frente e não existe futuro sem o presente. Como podemos garantir futuro se o que assistimos todos os dias é a extrema falta de respeito com o povo? Onde está a educação, a saúde, o transporte, as reformas tributárias, a segurança? Somos todos vítimas. É preciso deixar a passividade de lado e agir, exigir, participar e contribuir.

Quero que meus filhos possam usar um transporte coletivo sim, que tenham segurança para ir e vir. Que possam trabalhar menos do que trabalhamos hoje e que seus rendimentos possam ser investidos em educação, moradia, qualidade de vida, não em grades e vidros blindados, tributos e taxas, inflação e corrupção. 

Quero e protesto por um país descente. Que eu possa sentir orgulho de verdade quando leio e ouço sobre ele. Quero um presente forte, não uma promessa de um futuro fragilizado.

E você, o que deseja para os seus filhos nesse cenário de luta por um país melhor? Deixe aqui seu protesto.  

Quem disse que mãe só entende de fralda? Vem com a gente! Ajude, compartilhando, escrevendo, divulgando os links e acompanhando pela tag #protestomaterno! 
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Gisa é isso amiga, queremos um presente melhor, chega que esperar por um futuro. Lindo seu protesto.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela participação aqui e no seu blog também. Beijos

      Excluir
  2. Assino embaixo, também quero tudo isso pro meu João. #tamojunto
    #protestomaterno

    Gostei bastante do seu blog Gisa... E fiquei curiosa sobre "estamos pertinho". De onde vc fala? Beijocas
    Manu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela participação Emanoelle. Que bom que gostou. Estou em Curitiba e tenho amigos de Ponta Grossa. Beijos

      Excluir