quarta-feira, 17 de abril de 2013

Você tem bicho de estimação? Ainda não? Então pense com carinho!

Você tem bicho de estimação? Ainda não? Mas com a chegada dos filhos começou a pensar em ter um? Então pense com muito carinho e responsabilidade. Escolher um bicho de estimação não é assim tão fácil. Um cachorro, um gato, um passarinho, um hamster, uma tartaruga. Independente do animal escolhido, todos, sem exceção, precisam de cuidados. 

A maioria das pessoas que possuem um animal de estimação fala do amor que sentem por seus companheiros. Mas quem nunca teve um animalzinho precisa pesquisar mais sobre o assunto antes de tomar a decisão. Amor exige cuidados.

Imagem


Muitas família adquirem ou ganham seu primeiro animal de estimação quando tem filhos pequenos. Em determinada idade os pedidos passam a ser frequentes e, querendo agradar os filhos, pais, avós ou padrinhos acabam presenteando a criança com um animal. A criança fica feliz, mas não está preparada para cuidar do bichinho. E aí começa a confusão. Alguém vai ter que cuida e, muitas vezes, sobra para os pais.
 
Segundo a especialista em cães Adriana Salesbrum, proprietária de uma Petshop, muitos clientes procuram a loja em busca de informações para ajudar na decisão da escolha do animal, mas existem muitas pessoas que desejam devolver, vender e até mesmo doar seus animais. "Um animal de estimação não é uma mercadoria que pode ser devolvida para uma prateleira ou jogado na rua". Acrescenta Adriana.
 
Ela conta ainda que algumas pessoas fazem suas escolhas sem pensar muito nas consequências e nas primeiras dificuldades como latidos, sujeira, limpeza do xixi e do cocô, mordidas e outros, ficam arrependidos. É nesse momento que decidem se desfazer do animal, chegando abandonar.

O que fazer então, para não se arrepender? Adriana orienta que, após a escolha do animal, cachorro, gato, passarinho... A família procure um local de venda conceituado para receber as informações sobre os cuidados.  "Animais silvestres, por exemplo, precisam ter registro do Ibama e para um cãozinho existe a  posse responsável, um documento que orienta as pessoas a exercê-la". Diz.
 
Como trabalha há anos com cães ela diz que é muito triste constatar que um animal vive anos com seu dono e quando ele chega na velhice, quando precisa de mais cuidados e mais investimento, é abandonado.
 
Adriana também tem filhos e garante que a presença de uma animal em casa pode ser maravilhosa. Sua filha Alícia de 6 anos não apenas brinca com os cães, mas cuida da alimentação e da higiene. Ela acha ótimo ver a filha com pequenas responsabilidades, cuidando do outro, se doando. "Isso é amor". Acrescenta.
 
E você tem seu animal de estimação? Não? Já pensou em ter um? Então pesquise tudo que puder a respeito, faça acordos em casa e se prepare para ter um novo integrante na família.




PetShop Xodó
Especializada em Serviços de Estética Canina e Felina



 

Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Gisa, eu não tenho e não quero ter, pq não gosto, não quero, não acho bacana em casa (na minha), mas acho fofos e adoro o contato que a minha filha tem com os animais de parentes, amigos, vizinhos... Ela adora, brinca, se diverte com eles.
    Eu não gosto, por isso, não compro.
    Acho erradíssimo alguém que compre ou receba um bichinho em casa e depois o abandone em algum lugar. Erradíssimo!!!
    Deveria haver (talvez tenha mesmo) uma lei que mandasse para cadeia esse tipo de gente...

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani! Em primeiro lugar é preciso querer cuidar. Quem não gosta não deve ter mesmo. Concordo com você. É preciso responsabilidade. Beijos

      Excluir
  2. Quando eu morava em apto meu filho queria muito um gato, mas não queríamos, um dia encontramos um periquito na rua com a patinha machucada e o adotamos. Hoje estamos em casa e temos uma cachorrinha chamada Valente, e neste aniversário Ubiratan ganhou um casal de coelhos, mas o sonho dele ainda é ter um gato, amamos nossos bichinhos.
    Morro de pena quando vejo um bicho abandonado na rua. bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí! Você se preparou para receber seu animal. Isso é ser responsável. Muitas vezes precisamos de tempo para amadurecer a ideia. Parabéns! Nós ainda não temos nenhum animal de estimação, mas os meninos começaram a falar sobre o assunto. Beijos.

      Excluir
  3. Gisa, antes de ter filhos humanos, ganhei um casal de caninos. Foram muito ricos os momentos de aprender a cuidar, conviver e aprender a amar estes pequenos seres. Hoje, o casal tem 14 e 12 anos - vieram antes dos filhos humanos e enchem nossa casa de alegria. Fizemos mudanças e nunca pensamos em nos desfazer deles. As crianças adoram eles e eles têm um ótimo convívio com elas. Enfim, é uma escolha longa - bichinhos vivem pelo menos uma decada...Bjks ! www.mamytri.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, são filhos mais velhos e que precisam de cuidados. Que bom que são queridos! Beijos

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Aqui é uma cachorrinha meio maluquete, uma fox Paulistinha de 2 anos, a Danna. E 3 hamsters chinesas: Cida, Penha e Rosário. Amores das nossas vidas! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Totalmente envolvida pelos animais? Beijos

      Excluir