segunda-feira, 29 de abril de 2013

Mães que compartilham.

No mês das mães o "Mãe bacana" vai abrir um espaço para outras mães falarem sobre um assunto que ronda a vida das mulheres: "Filhos e Felicidade". É possível realizar o sonho da maternidade com as exigências da vida moderna? 


Imagem
 
No ano passado, a Revista Época publicou uma matéria interessante com este título: "Filhos e Felicidade". Pesquisas mostram que os filhos interferem na felicidade dos pais.  Pais e Mães falam apenas do amor incondicional que nasce com a chegada dos filhos e das alegrias do convívio, mas evitam falar da depressão, das rachaduras na intimidade, das dificuldades com a carreira e a falta de dinheiro. Diz que é tabu expor a tristeza numa situação que deveria ser maravilhosa. Mas ao final da reportagem o resultado que todos querem ler e ouvir: "Todos desejam continuar o legado e acreditam que os filhos dão significado à vida.  As crianças simbolizam o recomeço. 
 
Por isso o "Mãe bacana" foi buscar o depoimento de mães que falam sim de amor incondicional, mas que abordam com doçura, sinceridade e bom humor os percalços da maternidade. Cada uma vai contar como a maternidade transformou a sua vida e como faz para comandar uma família equilibrando filhos, casamento, carreira, finanças, saúde e encontrar a "tal felicidade". São mulheres que acima de tudo acreditam que a vida com filhos é divertida e realizadora, apesar de todas as atribuições. Conheça um pouco sobre cada uma conferindo, além dos seus post, seus blogs.  
 
E através destas "Mães bacanas" queremos homenagear todas as "mães" que, da sua forma, criam, educam e cuidam de seus filhos. Mães biológicas,  Mães adotivas, Avós, Tias, Madrinhas, Madrastas... Pais que fazem o papel de mãe. Queremos homenagear a maternidade seja qual for a figura materna.

E você, acredita que é tabu falar das turbulências da maternidade? Como faz para se sentir realizada como mãe nesse mundo cheio de exigências? Contribua comentando!
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. SUPER TABU!!!

    Ser mãe é MARAVILHOSO!!! Mas tem o lado B que as pessoas não gostam de falar. É cansativo (chega a ser esgotante algumas horas), é estressante em algums momentos e não é fácil você se ver responsável por uma pessoa pelo resto da sua vida.

    Abrir mão de tudo que você fazia antes para agora, dar atenção exclusiva aos filhos não é fácil. É se colocar de lado em prol do outro. Quem faz isso com facilidade? Poucas.

    Estar exausta, querendo só ficar deitada quietinha e ter que levantar para atender algum pedido do filho, tb não é fácil.

    A mulher, quando é mãe, é cobrada intensamente pela sociedade para que: amamente, seja uma mãe amorosa, calma, paciente, perfeita...tipo: comercial de Margarina mesmo. E isso, sinto informar, NÃO EXISTE!

    Amamentação não é fácil, nem todas conseguem amamentar (sim, pq tb doi e tem mulheres que sentem dores e bastante incômodo). Mas se não amamentam a sociedade já olha estranho, como se ela fosse MENOS mãe por isso. Aff!!! #preconceitobestaesse

    Doar-se para um filho não é fácil. É, muitas vezes, esquecer de si, das suas vontades, desejos, sonhos, planos, para priorizar os das crianças.

    Sempre acreditei que o amor entre uma mãe e seu filho se constroi na relação! Como qualquer relação, ele é construido, no dia a dia, no convívio.

    Dificuldades, todas mães enfrentam, mas tenho certeza que existe MUITO AMOR nessa relação.

    ResponderExcluir
  2. Quando minha filha nasceu eu passei por isso. Demorou a cair minha ficha que agora de 2, éramos 3. Eu olhava pra ela e a via como uma pessoa completamente estranha pra mim, rs. Era estranho. Foi uma sensação muito, muito intensa.

    Fui aprendendo a amar aquela menininha dia-após-dia. Ela foi me ensinando isso. Hoje, posso dizer que somos mãe e filha e não mais duas estranhas e desconhecidas.

    A relação se constroí. O amor idem!

    ResponderExcluir
  3. Oi Trícia! Também acho que tudo na vida tem o "Lado B" e com a maternidade não é diferente. Acredito que hoje temos mais coragem e abertura para colocar os nossos "monstrinhos" pra fora, mas antes disso sofremos muito tempo caladas. Sentir cansaço, tristeza e frustração é normal da vida. São coisas comuns para quem tem filhos e para quem não tem. É preciso encontrar o lado que nos deixa mais feliz. Super depoimento! Obrigada. Beijo

    ResponderExcluir
  4. Ter filhos não é nada fácil é um aprendizado continuo e tem muitos autos e baixos.
    Mas é a experiencia mais marcante na vida de uma mulher.
    beijos
    maede4princesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Graziela! Você está certíssima. Muitos altos e baixos. É preciso buscar caminhos para o equilíbrio. Obrigada por participar. Beijos

      Excluir