quarta-feira, 20 de março de 2013

Páscoa e os "ovos encantadores"

A Páscoa é um momento para refletir, reunir família e celebrar, mas como toda data festiva vem acompanhada de apelos publicitários. Se os adultos já ficam encantados, imagine as crianças.

Sabemos que nem tudo que é encantador vale a pena e como é difícil resistir as tentações de ovos com o personagens ou com brinquedinho, quase sempre inútil, escondido dentro das delícias. E na Páscoa a variedade é enorme.
 
 
 
Bom mesmo é o equilíbrio. Se a criança gosta muito de um determinado personagem, que mal há em presentear com um ovo da Páscoa do momento? Mal nenhum, desde que não seja exagerado. Além das inúmeras opções, comer chocolate diariamente por um longo período não é saudável. 
 
Mas o que fazer para não extrapolar? Aí vão algumas dicas:
  • Não leve as crianças para comprar ou escolher ovos de Páscoa. Você pode até sondar as preferências dela, mas compre sozinha. Por mais que a criança saiba que quem compra as guloseimas são os pais, é bacana preservar os momentos lúdicos e economizar seu rico dinheirinho.  
  • Se a família costuma presentear a criança, sugira outros itens ou aproveite para mudar a sua cestinha de Páscoa. Opte por biscoitos caseiros temáticos, ovinhos com amendoim e outras comidinhas que ela goste. Juntando tudo, sempre é demais. 

  • Os menores não tem noção e podem ser poupados de tanto consumo, mas os maiorzinhos podem aprender que nem sempre um ovo legal é gostoso, acessível...  E que bom mesmo é a celebração da data. Procurar pelas guloseimas, por exemplo, pode ser um momento esperado e divertido.
  • Ganhando muitos chocolates aproveite para trabalhar valores e ensinar a criança desde cedo a doar itens da sua cesta para outras crianças. Mesmo que façamos doações para instituições aprender a tirar algo do que é seu é muito importante.   

Casquinha de ovos cobertas com cordão colorido.
Recheie com amendoim ou balinhas.  
 
  
Tudo que é personalizado tem um valor diferente dos produtos industrializados. Podemos perfeitamente escolher o que gostamos, mesclar com produtos artesanais e economizar. Tudo isso sem deixar de curtir

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário