terça-feira, 23 de outubro de 2012

Meu filho bate em outras crianças

Seu filho, do nada, começou a bater em outras crianças. Demonstra agressividade, arremessa objetos, chão, xinga e demora a se acalmar. O que fazer para controlar os ânimos e ensinar a criança a lidar com sentimentos que estão atrás do comportamento agressivo?

Difícil a criança que não faz uma "birrinha", mas ter um comportamento agressivo frequente pode ser sinal de que alguma coisa está errada. Ela provavelmente está querendo chamar atenção para si.

Algumas dicas podem ajudar a resolver o problema.

· Mostre a criança que você se importa com ela, mesmo se comportando negativamente.
· Afaste-a de outras crianças se ela estiver agredindo.
· Procure acalmá-la longe dos olhares dos outros. Assim ela não se sente humilhada e você não sente que está sendo analisada. Os olhares de reprovação dos outros influenciam nossas decisões.
· Procure entender o que está acontecendo. Quais os motivos, mesmo que sejam injustificáveis.
· Ajude-a a lidar com esses sentimentos dando saídas para essas situações.
· Explique que agredir não resolve e questione como ela se sentiria se também fosse agredida.
· Ofereça ajudar nos momentos de raiva. Assim fica mais fácil sair da situação. Um abraço, um carinho, uma orientação de como proceder.
· Ensine a pedir desculpas com sinceridade, não da boca pra fora.
· Quando a agressão for contra os pais, aceitem as desculpas. Não adianta cobrar que desculpe os outros se não os desculpamos também.
· Seja firme na prática que escolher. Defina os seus passos e pratique. Assim a criança se sente mais segura e aprende com mais facilidade o que os pais acreditam ser o melhor para ela.
· Dedique mais atenção à criança brincando, jogando, conversando ou lendo. Saídas individuais também são ótimas para abrir espaço para o diálogo.

Existem vários pontos de vista em relação ao comportamento dos filhos e dos pais, mas o importante é olhar para o seu filho e entendê-lo. Literaturas sobre o assunto também ajudar. O livro "Agressividade Infantil - relax e reprogramação emocial para crianças" de Cristina Locatelli - Editora Sucesso, aborda a importância das brincadeiras, do toque, do amor, da carícia, do sentir e do "curtir" a criança.


Se mesmo dedicando atenção ao assunto ela não mudar, pode ser o momento de pedir ajuda a um profissional...

... E não sofrer.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário