quinta-feira, 12 de abril de 2012

Passado, presente e futuro...

Os momentos da nossa vida são todos muito preciosos e, talvez, não nos damos conta disso. O que já vivemos tem seu peso e nos deixa do jeitinho que somos hoje. O que vamos viver depende do que estamos fazendo com a nossa vida nesse exato momento. Hoje, agora!

Mas porque damos tanta importância ao passado e ao futuro? Quando não estamos remoendo alguma coisa que deu errado ou lamentando uma época que não volta mais, estamos atarefados e ocupados executando alguma coisa para viver no futuro. É o relatório que não ficou tão bom ou a viagem que não aconteceu conforme o planejado. O excesso de trabalho para alcançar um resultado e aproveitá-lo no futuro.

Nesse processo, quantas vezes damos a devida importância ao momento presente? O filho que pede um colo quando estamos no celular falando com o chefe. O marido que pede a uma companhia para assistir a um filme, mas estamos tão cansadas que os olhos se fecham. O jantar que está esfriando porque é preciso enviar um email importante. Tudo é urgente. Nada está suficientemente bom. O futuro está sempre na nossa cola. É preciso correr, fazer melhor para chegar há frente do outro.

Ontem recebi um comunicado da escola com um tributo a um aluno de 12 anos que faleceu há alguns dias. Saber que alguma mãe, pai ou irmão está nesse momento sentindo a falta de alguém tão especial me fez refletir em como deixamos de viver o agora. Apesar de perceber que as palavras da família tinham uma sensação de dever cumprido, fico imaginando o desejo de querer que o tempo volte para poder viver certas coisas que não foram vividas.

Para sentir e perceber isso foi preciso me colocar totalmente no lugar dessa família. Se fosse comigo, teria a sensação de ter vivido intensamente cada momento da minha vida? Não apenas com os filhos, mas com marido, pai, mãe e irmãos? Porque é tão difícil viver o agora? Porque é tão difícil desapegar do passado e pensar menos no futuro? O passado já se foi, não volta mais. O futuro é o dia de hoje.

Mas quem vai pagar as contas, quem vai garantir a educação e a aposentadoria se não houver uma responsabilidade com o futuro? A gente mesmo. Mas porque fazemos tudo ser tão difícil. Se conseguirmos alcançar a arte de viver o presente, faremos tudo no seu tempo. Lembraremos-nos de um bom passado e alcançaremos um bom futuro.

Colocar em prática não é moleza, mas vale apena refletir e tentar melhorar um pouquinho.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Nossa, isso foi de arrepiar e emocionar.....
    Estes fatos que nos deparamos em nossas vidas, que fazem refletirmos um pouco sobre nossas atitudes, e chegarmos a conclusão de que desta vida não levamos nada, apenas deixamos as lembranças para aqueles que ficam. Por isso, viver cada dia para tornarmos uma pessoa melhor, só fará bem para nós mesmos, e claro deixar boas lembranças.
    Estou adorando suas postagens, cada dia que passa sou surpreendida com uma história diferente, e muito bem escrita.
    É isso aí!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Chris! Que bom que gostou. Tudo tem sido feito com muita dedicação. Bj

      Excluir