segunda-feira, 16 de abril de 2012

A Árvore generosa

Esses dias um dos meus filhos chegou em casa contando que ouviu, na escola, a história da árvore generosa. Contou em detalhes: Era uma vez uma árvore. E um menino. Os dois se amavam. Mas de formas diferentes. Ela tudo lhe dava e Ele...


A árvore generosa
Shel Silverstein
Tradução de Fernando Sabino

Na primeira oportunidade de ganhar um livro pediu A árvore generosa. Saiu com a tia a procura do tal livro e não descansou enquanto não encontrou. Leu, releu e explicou com suas palavras o que entendeu da história. 
 
Hoje, chegando em casa, veio correndo me dizer: "Mãe hoje eu fui generoso na escola. Agi assim com a minha amiga e assim com o meu amigo".  Explicou cada atitude que teve. Em seguida, tirou da mochila uma lembrancinha de um aniversário e foi logo perguntando ao irmão: "Você gosta dessa bala? Então toma pra você". Olhou pra mim orgulhoso e esperou a minha reação. Elogiei a suas atitudes. Aí ele disse: "Fui generoso igual a árvore".

Como é bom a gente constatar o aprendizado das crianças, principalmente quando o aprendizado vem recheado de valores importantes para vida. 

A história da árvore generosa também me fez pensar em como queremos sempre agradar o outro, doar tudo para o outro. Querer fazer o outro feliz é muito bom, mas é muito importante se sentir feliz também.  
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário