segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Dicas para driblar a falta de apetite dos pequeninos

Você não pode obrigar seu filho a comer, mas pode utilizar alguns truques para que ele esteja disposto a se alimentar durante as refeições 

Se para você comer é uma das coisas mais prazerosas que existe, é difícil entender o porquê o seu filho se recusa a abrir a boca na hora das refeições. Embora a atitude deixe as mamães preocupadas, ela é mais comum do que você imagina e o melhor a fazer é aprender a driblar a inapetência e respeitar os momentos da criança, pois ela só vai ser prejudicial em casos muito extremos. Imagem

Antes de mais nada, os pais devem descartar qualquer doença. Um simples resfriado, uma dor de ouvido ou o nascimento dos dentinhos. Esses são fatores que podem acabar com o apetite do seu filho por até uma semana e, se o sistema imunológico estiver bem fortalecido, ele se reestabelecerá naturalmente. Em casos graves de inapetência, a criança pode ter carência de nutrientes e precisará ser cuidada de perto por um especialista. Se você perceber que o seu filho está apático, pálido, fraco, sonolento e com sensibilidade nos cabelos, nas unhas e na pele por um período de tempo superior a sete dias, é preciso levá-lo ao médico para identificar a falta de vitaminas essenciais para o desenvolvimento infantil. 

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Espírito Olímpico! Leitura campeã!

Os jogos olímpicos nos proporcionam a chance de debater temas importantes no universo infantil, como o espírito esportivo, a cooperação e também curiosidades históricas e culturais que envolvem as competições.

Se você gosta de estimular a leitura com temas atuais, veja o que a FTD Educação selecionou como boas indicações de livros que falam sobre esporte olímpicos e temas relacionados com este universo. Confira!

O livro dos Esportes Olímpicos – Biblioteca da Turma
Auto: Maurício de Sousa 
Indicação:  Ensino Fundamental (4º ano) 
Maurício de Sousa apresenta origens, histórias e curiosidades sobre os esportes olímpicos. Também mostra os atletas que se destacaram em diversas modalidades, os grandes recordistas, histórias de superação, países-sedes, as Olimpíadas de Inverno, os Jogos Paraolímpicos e muito mais. Ao final, um Almanaque com curiosidades incríveis e atividades para testar seus conhecimentos. 



Show de bola 
Autores: Jonas Worcman de Matos e José Santos e ilustração: Ricardo Girotto 
Indicação: Ensino Fundamental (5º ano) 
Assim como tantos brasileiros, José Santos e Jonas Worcman de Matos são verdadeiros apaixonados por futebol. Em Show de bola, pai e filho fazem uma homenagem ao esporte por meio de poemas bem-humorados que relatam as delícias e malícias de cada partida.  Dividido em primeiro tempo, intervalo, segundo tempo e prorrogação – tal como se divide uma partida. As rimas falam sobre o porco-artilheiro, o eterno reserva, traz as gírias do esporte, o hino do pior time do mundo e até com os lamentos da mãe de um juiz. O intervalo traz adivinhas relacionadas ao tema e a prorrogação, textos sobre a infância de jogadores notáveis como Pelé, Zico, Kaká, além de um dicionário de futebol. 

O Fantasma da Segundona 
Autor: Menalton Braff e ilustrador: Caco Galhardo 
Indicação: Ensino Fundamental (8o ano) 
O pai de Maurício é o Kamanga, famoso jogador de futebol, contratado para salvar o Clube Esportivo Planalto. No último campeonato, o time estava na zona de rebaixamento, ameaçado de cair para a segunda divisão. Na nova cidade, Maurício experimenta as delícias e aflições de ser filho de um atleta famoso. Na escola, é paparicado pelos colegas. Até que o time começa a perder – e a situação muda. Maurício tem vergonha de ir para a escola, seu rendimento cai; o pai tem que vender o carrão porque o clube começa a atrasar o salário dele, que ganha mais do que o resto do time junto. O campeonato chega ao fim, e o Planalto acaba caindo para a segundona, Mas o empresário de Kamanga consegue um bom contrato para ele. No Kuwait!

Saber Perder
Autora: Yolanda Reyes e ilustradora: Olga Cuéllar 
Indicação: Ensino Fundamental (5º ano) 
Em primeiro lugar, é claro que a gente gosta de ganhar. Veja por exemplo, o Frederico, um carinha de 14 anos, que nada pra caramba, treina, treina e treina. Ele mal suporta as aulas, mas quando está na piscina esquece do mundo. E quando chegou o campeonato nacional de natação, arquibancada cheia, inclusive a Natália, da torcida organizada... tchbum! Ele ganha? 




De pernas pro ar 
Autor: Mirna Pinsky e ilustração: Fido Nesti 
Indicação: Ensino Fundamental (3o ano) 
Chegou o dia D! Eloísa estréia no time titular de vôlei da escola. O jogo começa na maior empolgação. A torcida vibra quando a jogadora salta e... Um resultado inesperado muda sua vida irremediavelmente. A garra dessa garota de 15 anos vai se revelando dia a dia. A que sacrifícios ela estaria disposta em busca da verdade? Mesclando ação, descobertas e as sutis emoções da adolescência, a história é uma jornada rumo ao autoconhecimento e à realização pessoal.


O Esqueleto
Autor: Enric Lluch, tradução Heloisa Pietro e ilustração Mercé López 
Indicação: Ensino Fundamental (3º ano) 
Imagine um jovem esqueleto que só quer jogar futebol e marcar gols? Conheça um personagem pra lá de irreverente nesta história cheia de terror e humor.






Quadra do Mingo
Autor: Flavio de Souza e ilustrador: Orlando Pedroso 
Indicação: Ensino Fundamental (5º. ano)
Flavio de Souza, com muita irreverência, característica de seus textos, nos apresenta o Edifício Ibéria e seus moradores. Eles compartilham uma quadra, onde acontecem confusões, brigas, demonstrações de amizade e muito futebol. Um desses moradores é o Mingo, um menino de 9 anos que coleciona bolas e camisetas do seu time do coração. Por conta de toda essa paixão, ele está escrevendo um Dicionário terminológico futebolístico, em que apresenta termos esportivos e suas devidas explicações.


Viu? É fácil associar a leitura em todos os momentos da vida das crianças e jovens. É com temas interessante que desenvolvemos o gosto pela leitura.

Sobre a  FTD Educação

Há mais de 100 anos, a FTD tem como missão transformar a sociedade por meio da Educação, pensando além e inspirando a descoberta, a escolha, a liberdade e a cidadania. Reconhecida como um empresa parceira, flexível e humana, em 2015 reposicionou sua marca no mercado e passou a se chamar FTD Educação, cujo slogan é “Educar bem é pensar além”. Sua proposta é integrada para escolas, alunos, professores e sociedade e conta com: materiais didáticos e de literatura; soluções educacionais – com suporte para escolas, consultoria educacional, formação de professores, entre outros; novas tecnologias – ferramentas que ampliam possibilidades de ensino dentro e fora da sala de aula; obras e serviços que envolvem a família na busca por uma Educação completa.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Saiba como ajudar seu filho a melhorar a alimentação e a explorar novos sabores.

Imagem
Você anda preocupada (o) com a alimentação do seu filho? 

Percebe que, com o passar dos anos e a medida que vão crescendo, as crianças vão se tornando mais seletivas no que diz respeito à alimentação?

Seu filho tem excluído alguns alimentos que antes comia e agora não quer mais nem experimentar? 

No lugar de alimentos saudáveis, a criança passou a consumir mais alimentos industrializados do que alimentos in natura?

Os sucos de caixinha e os refrigerantes estão substituindo a água e os sucos naturais?

Dilemas sobre a alimentação rondam a nossa cabeça quando as crianças começam a crescer e querer escolher o comer e beber. 

Para nos ajudar nessa tarefa, que parece difícil mas não é, a nutricionista Anabel Lopes, da NUTTREE, nos dá dicas de como fazer para que as crianças não se tornem tão seletivas, não deixem de comer alimentos saudáveis para comer industrializados, não deixem de beber a quantidade de água suficiente para se manterem bem hidratadas.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Chega de férias! Vamos voltar a rotina?

As férias de julho já acabaram e você ficou com aquele gostinho de quero mais? Nós ficamos! Talvez porque foram dias incrivelmente bons ou porque estávamos cansados de tanta correria e de toda a rotina que a vida escolar nos exige. Mas agora já estamos de volta com todos os nossos afazeres. Pais e filhos. 

Entrar em férias é quela ansiedade. Queremos planejar e realizar muito e nem sempre conseguimos fazer tudo aquilo que desejamos. Mas se a diversão e o descanso fizeram parte dos dias livres da criançada, significa que foram férias proveitosas. 

terça-feira, 12 de julho de 2016

Férias escolares... Não se desespere. Aproveite!

Crianças em férias pode ser sinônimo de dor de cabeça para você? Não se desespere, porque há momentos em que todos nós ficamos um tanto exaustos buscando atividades para os filhos, mas férias escolares deve ser sinônimo de descanso de toda aquela correria diária de horários, lições, atividades extras, provas... 

O QUE FAZER NAS FERIAS ESCOLARESFérias escolares são importantes para que nossos filhos recarreguem as baterias para enfrentar o próximo semestre. E eles ficam tão felizes. 

Se a família for fazer aquela viagem especial é hora de aproveitar ao máximo tudo que foi tão planejado. Curta cada minuto e procure não pensar no dia seguinte. Apenas aproveite o lugar, os passeios, a diversão, a culinária e a companhia das pessoas. 

Agora, se as férias não contemplar uma grande viagem, tente fazer passeios curtinhos, próximos da sua cidade. Basta uma busca na web que você encontra várias opções acessíveis e lugares que talvez vocês ainda não conheçam. Lugares que talvez tenham sido tema da aula de história do seu estado. E o que é interessante pode ser muito divertido!

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Festa Julina. Por que não?

COMIDAS DE FESTA JUNINA
As festas Juninas são tradicionais em nosso país. Festa de Santo Antônio no dia 13, de São João no dia 24 e de São Pedro no dia 29. Tão famosas e divertidas que costumam se estender pelo mês de julho trazendo danças, comidas típicas, decoração e fogueira nas férias escolares. O que é ainda melhor!

Nós adoramos uma festinha. Seja aquela promovida pela igreja local, pela escola dos filhos e, lógico, aquela organizada pelos grupos de amigos.

Se você também gosta dessa celebração, aqui vão algumas imagens para fazer a sua festinha, que pode ser grande ou pequena, só não pode faltar animação, música, comidinhas, bebidinha, decoração e brincadeiras.

Milho cozido e arroz doce.
COMIDAS DE FESTA JUNINACOMIDAS DE FESTA JUNINA
Amendoim japonês e pipoca salgada, doce, colorida...
COMIDAS DE FESTA JUNINA

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Dicas para escolher melhor os jogos eletrônicos para seu filho.

JOGOS ON LINE PARA CRIANÇASAprender brincando. É assim que as crianças deveriam ser estimuladas no período que passam fora da sala de aula. Desafiar o cérebro dos pequenos com jogos e brincadeiras pode aprimorar as funções cognitivas, como a memória, a linguagem e o raciocínio lógico, habilidades que serão usadas pelo resto da vida, além de trabalhar a magia da imaginação, capacidade que as crianças possuem como ninguém. 

No computador, no tablet ou no celular,  nossos filhos têm acesso a um mundo de diversão e conhecimento, e eles se adaptam à tecnologia muito melhor que nós adultos. Por isso, oferecer esse tipo de diversão para elas garante entretenimento, mas sem deixar de lado a brincadeira, que é essencial para o universo infantil. 

Antes de ir ligando o computador e deixando a criança sozinha na frente da tela, fique atento para as dicas do SEO Marketing do Site jogos online para que os pequenos sejam capazes de aproveitar melhor esse estímulo e quais jogos sugerir para eles. 

Como fazer dos jogos um hábito saudável?

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Como ensinar os filhos a construir um projeto de vida?

Como ensinar os filhos a construir projetos de vida
Imagem
Acha que ainda é cedo para conversar com seu filho sobre um projeto de vida? Saiba que é desde cedo que estimulamos nossos filhos a pensar no futuro. Desenhar um projeto de vida é a preocupação de todos os pais. Mas como posso ajudar nesse projeto?

Quando conversamos com os filhos sobre o nosso trabalho, nossa carreira e nossos projetos, estamos ensinando o que é um projeto de vida e estamos ajudando a construir o projeto deles também. Assim como na educação financeira, que ensinamos a lidar com o dinheiro, os ganhos, os gastos e as reservas, num projeto de vida ensinamos as crianças a estabelecerem conexões muito promissoras.

Para saber como ajudar nossos filhos nesse processo, buscamos orientações do especialista Leo Fraiman. Fraiman é especialista em temas como autoconhecimento, orientação profissional e educação, e idealizou a Metodologia OPEE - editada e distribuída pela FTD Educação - proposta pedagógica que objetiva contribuir para o autoconhecimento de crianças e jovens e orientá-los, desde cedo, na escolha de seus projetos de vida. O especialista abordou o tema na Bett Brasil Educar 2016.


quarta-feira, 18 de maio de 2016

Faça Bonito! Ajude no combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

COMBATE A VIOLENCIA E ABUSO SEXUAL INFANTIL
Por todo o país, uma série de atos e manifestações públicas lembrando o Dia Nacional do Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. 

Hoje, 18 de maio, foi o dia escolhido para sensibilizar a sociedade e estimular as pessoas a denunciarem/revelarem situações de violência sexual, bem como criar possibilidades e incentivos para implantação e implementação de ações de políticas públicas capazes de fazer o enfrentamento dessa violação.

A escolha da data se refere a 18 de maio de 1973, quando Araceli Cabrera Sanches, uma menina de oito anos, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta em Vitória (ES) por membros de uma tradicional família capixaba. Apesar de diversas pessoas terem testemunhado o crime, não houve denúncia e o caso ficou impune.

Segundo a Campanha Faça Bonito, a violência sexual praticada contra a criança e o adolescente envolve vários fatores de risco e vulnerabilidade quando se considera as relações de geração, de gênero, de raça/etnia, de orientação sexual, de classe social e de condições econômicas. Nessa violação, são estabelecidas relações diversas de poder, nas quais tanto pessoas e/ou redes utilizam crianças e adolescentes para satisfazerem seus desejos e fantasias sexuais e/ou obterem vantagens financeiras e lucros. 

terça-feira, 17 de maio de 2016

Como ajudar seu filho a vencer os medos?

Sentir medo é algo natural da infância. Os medos estão presentes na infância, na adolescência e na vida adulta. Quando criança, os mais comuns são o medo do escuro, de trovão, de estranhos, da morte, de animais, de monstros, de dentistas, de os pais não voltarem pra casa e de se machucar Mas como podemos ajudar as crianças a enfrentar seus medos?

É muito mais fácil enfrentar os medos quando oferecemos ajuda. Sentir que podem contar com os pais e responsáveis é um apoio muito importante para a criança.

  • Histórias de ogros, bruxas, fantasmas são apenas personagens de contos e filmes. Nunca use dos personagens para conseguir que a criança faça algo, como dormir e comer, por exemplo. 
  • Não ria dos temores que a criança sente. Quando comentamos o medo que ela sente na frente de outras pessoas, diminuímos a sua confiança. Não diga, e não permita que outras pessoas digam, ao seu filho frases do tipo: “não seja bobo”, “que vergonha sentir medo disso ou daquilo”, “não seja covarde”... Isso só faz a criança perder a confiança nos adultos.