domingo, 29 de março de 2020

Como sobreviver a quarentena

Certamente você já está mergulhada (o) nesse processo louco de quarentena e pode estar se vendo perdida (o) no meio da sua própria casa. Não é por menos. O mundo parece ter desabado sobre nós. A ideia de uma doença tão silenciosa já é assustadora e ainda vem acompanhada de tantas restrições e exigências.

Você precisa manter sua casa funcionando, trabalhando em sistema home office, cozinhado, lavando, passando e ainda mantendo seus filhos estudando. Sim, porque além de ouvir mil vezes que precisa lavar as mãos, ficar em casa, já ouviu também centenas de vezes que quarentena não é ferias. Socorro!

Se você achava que era boa mãe/bom pai na verdade saiba que você é fantástico! Não se cobre tanto. Faça o que está ao seu alcance. Se organize com seus horários e tarefas diárias, converse com a família e estabeleça com eles regrinhas básicas de boa convivência nesse período, limite o tempo nas redes sociais e tele jornais para não enlouquecer.

Se tiver tempo, priorize as vídeo chamadas para manter-se  próxima (o) dos familiares e amigos, assista seus filmes, leia seus livros, medite, reze, cozinhe (se você gosta), faça algum exercício físicos para mexer o corpo, dedique tempo ao seu animal de estimação, cuide das suas plantinhas, desenhe, pinte, borde, costure, escreva, cante, aprenda algo novo... Faça as coisas que goste, sem querer fazer tudo.

Evite entrar na onda da comparação, principalmente em relação a educação em casa. As escolas estão se adaptando da mesma forma que as famílias. O grande aprendizado dos nossos filhos estará na forma como lidamos com esse período e como sairemos dele. Muito mais do que qualquer conteúdo escolar.

Respire!

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Como retomar a rotina escolar depois das férias

Férias. Quem não curte sair das exigências do ano letivo e da correria do leva e trás da escola?
Mas tudo na vida tem seu tempo. Certo? 

Quando bate aquela moleza e ouço as lamentações do retorno do ano letivo eu sempre digo para os meus filhos que as férias são boas porque temos o que descansar. Ninguém vive de férias a vida inteira. Estudar e trabalhar tornam são tornam as férias mais que especiais. E agora é hora de recomeçar com entusiasmo. 

Retorno ano letivo
Imagem 
Criar a rotina, o planejamento, os combinados, e as regrinhas desde o começo do ano permite que os resultados sejam excelentes. E quem não quer realizar coisas boas este ano? O desempenho dos filhos fazem parte do nosso sucesso. Por isso é importante ajudá-los nessa organização para que toda a família colha os frutos. Tranquilidade nos estudos permite que toda a família possa aproveitar os momentos livres juntos. As próximas férias, inclusive.

Existem diversas maneiras de criar rotinas prazerosas para todos. Basta colocar no papel o que cada um tem para cumprir e estabelecer horários. Ah!, mas se fosse fácil, todos nós fazíamos e não é isso que acontece. Alguns conseguem e outros não. Isso é normal porque não somos todos iguais. Uns têm mais facilidade de planejar, criar rotinas e hábitos. Para outros isso pode se tornar um desafio.

Mas veja se essas dicas podem ajudar você na organização do seu ano letivo:

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Cupom Válido: Quer descontos para comprar nos melhores sites? Confira!

CUPOM VALIDOVida de mãe pede praticidade e economia, não é mesmo? Se as duas coisas puderem vir juntas, melhor ainda.

Se você, assim como eu, precisa de tempo para dar conta das tarefas diárias, precisa conhecer o Cupom Válido, um site que reúne inúmeras promoções e cupons de desconto das melhores lojas, em diversos segmentos.


cupom valido

Para fazer uma busca nas lojas que oferecem os descontos é muito simples. Você pode digitar a loja que você deseja pesquisar...


sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Como criar laços de amor e confiança com seus filhos na infância e adolescência?

ADOLESCENTES
Os seres humanos apresentam o mesmo ciclo de vida: nascer e morrer. Mas entre o nascimento e a morte temos quatro fases bem importantes em nossas vidas: a infância, a adolescência, a fase a adulta e a velhice. Quanto a isso nada de novo. O que parece novo é a forma como estamos lidando com cada filho nesse mundo que parece sempre novo. Um mundo em constante transformação. Por isso a nossa presença, cuidado e atenção se faz tão necessária.

Na infância, de 0 a 11 anos, temos diversas outras fases que merecem atenção. De 0 a 2 anos a criança se concentra nas sensações. É a fase da descoberta dos sentidos. Dos 3 aos 7 já começa a representação da realidade do próprio pensamento. Nos deparamos com as vontades.  Dos 8 aos 11, o início do pensamento lógico. Acha que sabe tudo. Isso significa que a infância tem muita importância na formação do adolescente que a criança vai se tornar. A presença dos pais, a afetividade, a escola e os familiares são fundamentais para uma fase bem desenvolvida.

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Profissão Mãe. O que fazer quando você está nessa?

Imagem
A maternidade chega e com ela chega também vários dilemas da vida da mulher. Além de todas as emoções que envolvem a rotina diária com a chegada do bebê, vai chegar o grande e fatídico dia de ter que voltar ao trabalho. Sendo ele formal ou informal, o momento de deixar a cria no berçário ou em casa com uma cuidadora é um momento difícil.

Você decide retornar seu trabalho, assume seus compromissos, vence e perde batalhas no trabalho ou em casa, mas se mantém fiel a decisão de conciliar as duas frentes, a de profissional e a de mãe. Eis que num belo dia, por uma questão ou outra, que só você sabe qual, decide assumir de vez o papel de profissional do lar. E agora? Como lidar com o ônus e o bônus dessa decisão?

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Mamãe anda cansada?

IMAGEM
Vida de mãe não é brincadeira não! Nos registros fotográfico, redes sociais e festinha da escola somos um povo arrumado e feliz, mas no dia a dia... no acorda e deita... entre quatro paredes muitas e muitas vezes estamos no limite.

Quem nunca se sentiu cansada, exausta, estafada ou estressada levante a mão e deixe aqui registrado qual a receita mágica, porque ainda desconhecemos. A vida corrida, as noites mal dormidas, a cobrança pessoal (e dos outros) e os pensamentos que enchem as nossas cabeças de preocupações e angústias, causam um cansaço físico e mental.